Sobre a Amanari

A pauta ambiental tem como foco, hoje, as cidades onde surgem as principais soluções, leis inovadoras e projetos importantes no caminho da sustentabilidade. Água é assunto preponderante.

Em maio de 2005, o geólogo Júlio Perroni, foi convidado a ministrar, na Uniara, em Araraquara, São Paulo, palestra sobre o Aquífero Guarani. “O Aquífero não é o maior do mundo e esta pouco estudado”, resumiu Perroni. O que dizer então sobre os córregos, o esgoto, a drenagem urbana, etc? A preocupação ambiental, para algumas pessoas presentes na palestra, configurou-se naturalmente e com essa preocupação uniram-se a Júlio pessoas interessadas na qualidade da nossa água.

Essa preocupação, aglutina alguns amigos e, em setembro do mesmo ano, oficializa-se a ONG. O nome, Amanari, é da língua Tupi-Guarani e significa água da chuva.

A escolha do nome vem de encontro ao conceito de água limpa, purificada, água de beber, daí o conceito: “pela gestão sustentável da água”

Em que pese o pouco tempo de atuação, a Amanari já logrou diversos êxitos e produziu importantes projetos:

-Projeto de recuperação do córrego Marivan, apresentado à Petrobras;
-Projeto Caminhando Sobre as Águas – convite a população para caminhar e conversar sobre a situação dos córregos que abastecem a cidade. Foram 3 eventos, sendo 2 no Marivan e 1 no Serralhal;
-Palestras: escolas públicas, SENAI, rotarys, etc;
-Palestras em entidades de bairros;
-Luta contra mudança plano diretor de Araraquara: contra implantação;
-Mil casas no entorno do Ribeirão das Cruzes;
-Projeto penas alternativas: com promotoria pública para conservação da área de preservação permanente no entorno do córrego Marivan;
-Conselho  consultivo do DAAE;
-Projeto promotores ambientais da cidade e do campo – parceria com INCRA e Uniara;
-Participação na comissão do parque dos trilhos;
-Campanha alertando para o problema da água;
-Plenárias do orçamento participativo;
-Projeto recomposição da mata ciliar do córrego Marivan – vencedor no orçamento participativo das cidades;
-Projeto Marivan Vivo - junto com a Ciesp.