• Seca no Mundo Antigo
  • “Crescente Infértil”: Nasa divulga imagens da seca nos rios Tigre e Eufrates.

    A Nasa divulgou essa semana imagens de um fenômeno já anunciado em fevereiro: a redução espantosa dos leitos dos rios Tigres e Eufrates, conhecidos na Antiguidade como o “Crescente Fértil”.

    eufrates1eufrates2

    Embora os dados divulgados na revista Water Resources Research já assustassem – foram perdidos 143 km³ de água em sete anos, quantidade equivalente ao Mar Morto, as imagens capturadas pelo satélite Grace espantam. Em apenas três anos, o Reservatório Qadisiyah, na bacia do Eufrates, “afinou” consideravelmente.

    A análise das imagens constatou que os rios, responsáveis por abastecer parte da Turquia, o Iraque, Irã e a Síria, possuem a segunda taxa mais rápida de perda de águas subterrâneas, atrás somente da bacia do Rio Ganges na Índia. A região tem um dos aquíferos mais ameaçados do mundo. Mas a situação do Oriente Médio é mais difícil de resolver. Os países da região não cooperam entre si no manejo da água, e a Síria está imersa em uma guerra civil sangrenta. Alguns especialistas chegam até a especular que um dos fatores que desencadearam a guerra síria foi a pobreza causada pela seca, quando agricultores perderam suas colheitas por falta de chuva.

    Motivos prováveis

    Uma seca que atingiu a região em 2007 pode ter sido um dos principais motivos do resultado. Segundo a Nasa, pelo menos 60% da água perdida foi extraída dos aquíferos pelos governos da região. Somente o Iraque perfurou mil novos poços para combater a estiagem, sendo que 60% da diminuição da água está associada, diretamente, ao bombeamento de água subterrânea.

    Por sua vez, à época, a Turquia, que controla a distribuição da água da bacia para os outros países, desviou água do leito dos rios para a agricultura local, gerando impactos sobre os mesmos.

    Países como o Iraque e a Arábia Saudita desenvolveram políticas de estímulo à agricultura sem nenhum planejamento do uso da irrigação. O resultado é que estão tirando mais água do que a capacidade dos aquíferos têm de se renovar. Juntas, a seca e a irrigação sem planejamento podem tornar inabitada uma das regiões que deu origem à civilização.

    Segunda-feira, 18 de março de 2013.

    Fonte: EcoD

     

     

  • em Blog
  • Deixe uma resposta


    um − = 0