• O maior buraco subaquático do mundo à venda
  • Quem quer comprar o maior buraco subaquático do mundo? O Dean’s Blue Hole, nas Bahamas, está à venda por 18 milhões de euros. Mas o Governo promete fazer tudo para manter em sua posse este tesouro azul-turquesa.

    “Meca” dos mergulhadores em apneia e foi onde o neozelandês William Trubridge, de 32 anos, conseguiu o recorde mundial de mergulho livre. Em dezembro de 2010 ele nadou a uma profundidade de 101 metros em uma única respiração usando apenas as mãos e os pés para a propulsão. O buraco – que integra a lista das 77 Maravilhas Naturais – tem uma profundidade total de quase 200 metros, e é todos os anos palco de campeonatos mundiais de mergulho livre, como o Vertical Blue.

    Os terrenos em torno da baía, que pertencem a privados, estão à venda e o pacote inclui a zona onde fica o “buraco azul”. No total, são cerca de 72 hectares de terreno, que incluem praias de areia branca e águas cristalinas, à venda por 18 milhões de euros. Os responsáveis da agência imobiliária que tratam do negócio, citados pela imprensa local, adiantam que o objectivo é que os terrenos venham a acolher um resort de luxo.

    Mas o Estado não quer perder este tesouro azul-turquesa. Segundo a imprensa local, o ministro do Turismo, Obie Wilchcombe, garantiu que vai fazer tudo para que o “buraco azul” continue a ser público. “Temos de ver qual a melhor maneira de o manter nas mãos do povo das Bahamas. É um tesouro”, sublinhou o governante, citado pelo jornal online Tribune242. Para proteger o local, o Governo quer tentar candidatá-lo a patrimônio mundial da UNESCO. “Long Island é um dos locais nas Bahamas aos quais não temos dado a atenção merecida”, admitiu o ministro do Turismo.

    “Buraco azul” é um termo que muitas vezes é dado a orifícios cheios de água, com a entrada abaixo do nível da água. Eles podem ser formados em processos diferentes, por exemplo, pela água da chuva através de  fraturas nas rochas de calcário sobre o lençol freático. Após 20 metros de profundidade, o orifício alarga consideravelmente em uma caverna com diâmetro de 100 metros. Pela sua profundidade, o buraco dá uma tonalidade escura à água, que contrasta com a área que o rodeia. O local impõe respeito pela beleza mas não só: várias pessoas morreram a nadar no buraco. Alguns buracos cheios de água são mais profundos do que Dean’s Blue Hole, como o Zacatón no México (335 metros) e Pozzo del Merro na Itália (392 metros). No entanto, Dean’s Blue Hole é o buraco mais profundo conhecido com entrada abaixo do nível do mar.

    Fonte: Público/Portugal

    Sábado, 18 de janeiro de 2013.

  • em Blog
  • Deixe uma resposta


    7 + = oito