• Agrotóxicos na água podem causar alergia
  •  

    Um estudo da Associação Anais de Alergia, Asma e Imunologia (Acaai) apontou que agrotóxicos utilizados para purificar a água podem ser a causa do aumento da incidência de alergias alimentares. Cerca de 15 milhões de pessoas sofrem do problema nos Estados Unidos.

    Os pesquisadores encontraram uma grande quantidade de diclorofenois, substância química utilizada em agrotóxicos para plantações e purificação da água distribuída na rede de tratamento. A alergista Elina Jerschow explica que a pesquisa da Acaai mostra que “altos níveis de agrotóxicos que contêm diclorofenol podem diminuir a tolerância alimentar em algumas pessoas, causando alergias alimentares”.

    Das 2.211 pessoas analisadas na pesquisa, 411 tinham alergias alimentares e 1.016 tinham alergias a elementos do meio ambiente. “Estudos prévios mostraram que tanto as alergias alimentares quanto aquelas ligadas a poluição ambiental estão aumentando nos Estados Unidos. Os resultados do nosso estudo sugerem que essas duas tendências podem estar conectadas, e que o elevado uso de agrotóxicos e outros químicos está associado com uma maior incidência de alergias alimentares”, explicou Elina.

    Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, as alergias mais comuns são as intolerâncias a leite, ovos, amendoins, trigo, castanhas, soja, peixe e frutos do mar. A instituição também registrou um aumento de 18% nos casos de alergias entre 1997 e 2007.

    Os sintomas de alergias podem variar de uma leve irritação à reações como o choque anafilático, que apresenta riscos a saúde. Elina ressalta que evitar tomar água da torneira pode não ser a solução. “Outras fontes de diclorofenóis, como frutas e vegetais tratados com agrotóxicos, podem ter um papel mais representativo para causar alergias”, concluiu.

     Fonte: EcoD
     Domingo, 09 de dezembro de 2012.
  • em Blog
  • Deixe uma resposta


    três × = 18